Como está o mercado para Técnico de Segurança do Trabalho?

By | novembro 28, 2016

tecnico em segurança do trabalho

Os problemas da economia, a alta taxa de desemprego, empresas focadas em redução de custo. Todo esse panorama assusta os mais diversos tipos de profissionais nos mais diversos cargos. Uma profissão foge à regra e tem apresentado ótimas oportunidades e crescimento mesmo nesse período complicado: o técnico de segurança do trabalho.

Um dos fatores responsáveis pelo cenário positivo em tempos difíceis é o passado da profissão. Por muito tempo, as empresas menosprezaram o papel desta função dentro do ambiente de trabalho. A maioria dos empregados na área era contratada muito mais para cumprir leis do país do que por enxergar uma importância no profissional.

O cenário mudou completamente no período recente. O fenômeno da globalização tem influência neste processo na medida em que faz toda e qualquer notícia chegue aos mais distantes cantos do mundo em uma fração de segundos e todo e qualquer acontecimento pode influenciar positiva ou negativamente.

Desta forma, evitar acidentes ou problemas simples passou a ser prioridade para as organizações que não querem estar nos jornais sendo relacionadas com fatos negativos. A imagem é o que uma empresa pode ter de mais valioso e zelar por ela passou a ser o foco de atenção. Neste processo, os técnicos de segurança do trabalho têm importância ímpar.

As empresas estão valorizando cada vez mais os especialistas em Segurança do Trabalho.

Outro detalhe curioso que ajuda no fato da profissão estar em alta no mercado é que justamente porque as empresas não davam o devido valor para a função do técnico de segurança do trabalho, não existe um grande volume de profissionais para ocupar as vagas disponíveis. Até pouco tempo atrás, não era considerada uma profissão atrativa para exercer.

Por isso, um bom profissional nesta área acaba sendo requisitado. Empresas que possuem obras, por exemplo, podem ser obrigadas por lei a ter um técnico de segurança do trabalho mesmo em realizações de pequeno porte – acima de cinquenta pessoas trabalhando já exige a necessidade de contratar um.

É comum que turmas de faculdade tenham boa parte dos alunos já empregados durante o período de graduação. E aqui não estamos falando de estágio, mas de emprego com carteira assinada. A escassez de boa mão-de-obra e a importância assumida para o cargo no período recente faz com que as empresas acelerem o processo e efetivem muitos estagiários mesmo antes da conclusão do curso.

Como está o mercado para estes profissionais.

Se você gosta de engenharia e gosta das atividades exercidas por um técnico de segurança do trabalho, mas tinha algum receio sobre a possibilidade de conquistar um emprego, fique tranquilo. Poucas profissões estão apresentando oportunidades tão boas e com salários atrativos quanto este.

Lembre-se, contudo, que é preciso ter muita dedicação e capacidade de concentração, além de paciência para a parte de conselhos e explicações. Se antes a profissão era vista sem a importância que merece, hoje ela é considera essencial para o bom andamento de uma organização e, consequentemente, traz consigo uma grande responsabilidade.

Ademais, o foco das ações é em cima de humanos e de vidas, portanto todo cuidado é pouco. Bons trabalhos certamente serão gratificantes e oportunidades em um mercado cheio de alternativas não faltarão, porém um acidente fatal pode acarretar em sérios problemas – inclusive uma demissão, caso tenha sido causado por algo que poderia ser evitado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *