Como está o mercado de trabalho para Arquiteto em 2019?

By | maio 20, 2019

O trabalho do arquiteto é imprescindível em várias etapas da obra, reforma e diversos outros estudos, que compreendem tanto imóveis isolados quanto ao planejamento urbano.

Todavia, apesar da sua importância, muitos no mercado de trabalho, incluindo os próprios profissionais de arquitetura, têm dúvidas em relação a essa questão. Mas afinal, como está o mercado para arquitetos em 2019?

Para compreendê-lo e se manter informado sobre o assunto, preparamos este breve texto especialmente para você. Trataremos do mercado de trabalho em arquitetura e quais áreas o arquiteto pode trabalhar, além de falar sobre as tendências deste mercado para 2019.

Por fim, daremos algumas dicas para você se preparar melhor para ele.

Conheça o mercado em Arquitetura

A arquitetura é um campo complexo e muito abrangente. O profissional da área pode trabalhar de várias formas no mercado, como:

  • Elaboração de projetos construtivos para imóveis comerciais, residenciais, industriais, mistos, entre outros;
  • Planejamento e gestão de obras;
  • Design de interiores;
  • Elaboração de móveis planejados;
  • Decoração;
  • Paisagismo;
  • Acompanhamento e execução de obras;
  • Planejamento urbano e regional.

Quer ver as melhores vagas de emprego para Arquiteto Então conheça nossa Plataforma de Conexão e encontre vagas de emprego com o seu perfil em sua cidade.

Além disso, a atuação do arquiteto pode ser realizada de forma autônoma, o que corresponde à grande maioria dos profissionais da área. Todavia, há a possibilidade de trabalhar como CLT em escritórios, ou mesmo como servidor municipal, estadual ou federal.

A escolha entre o modelo e outro varia de acordo com cada situação. Há também a possibilidade de trabalhar em um escritório e pegar outros projetos de fora, desde que não haja conflito de interesses.

De forma natural, os arquitetos concentram sua atuação nas grandes cidades, onde existe maior demanda pelos seus serviços. Os estados com maior número de arquitetos são: São Paulo (34.315), Rio de Janeiro (14.649), Rio Grande do Sul (10.559) e Minas gerais (8.036), respectivamente.

Por outro lado, a grande concorrência pode afetar a produtividade do profissional e, às vezes, o interior e cidades menores podem se tornar excelentes alternativas. De maneira geral, o profissional de arquitetura é bem renumerado.

Segundo o Nexo, o salário do arquiteto está em média  R$ 6.489,00. Com especializações, títulos experiência, esse valor tende, naturalmente, a aumentar.

Entenda como está o mercado de trabalho para arquiteto em 2019

Passamos recentemente por uma das maiores crises da história do Brasil. Com isso, naturalmente, o mercado ainda se encontra em lenta recuperação.

Nesse caso, o profissional arquiteto precisa ter um perfil multitarefa.

Ou seja, desempenhar diversas atividades distintas, pois assim abre várias possibilidades e diminui a chance de ficar sem pegar nenhum trabalho durante um longo período.

Um setor que ainda continua aquecido e com muitas oportunidades para o ramo da arquitetura é a reforma de residências de médio e grande porte, especialmente aquelas que necessitam da alteração da estrutura da casa, pois nestes casos, a contratação de um profissional é obrigatória.

A área do design de interiores é outra que segue com tendência de alta.

Neste campo de atuação, o arquiteto trabalha com o planejamento e execução de projetos relacionado ao ambiente interno da edificação, seja ele comercial, residencial ou industrial.

Para realizar um bom trabalho nesse sentido, deve ter bastante conhecimento sobre harmonização do projeto luminoso e há autonomia para realizar modificação nas paredes e outros elementos estruturais do imóvel.

Outro setor que cresce juntamente com o design de interiores é a elaboração de móveis planejados. Vivemos em uma época em que os imóveis estão cada vez menores.

A falta de espaço de um ambiente pode ser solucionada com uma boa solução envolvendo o mobiliário, especialmente em ambientes como cozinhas, quartos e salas.

Saiba como melhorar as suas alternativas no mercado de arquitetura

Há várias maneiras de se preparar para agarrar as melhores oportunidades no mercado de trabalho para o ramo da arquitetura.

O primeiro deles é manter-se constantemente atualizado sobre as tendências da construção, design de interiores e decoração. Há sempre uma linguagem arquitetônica que está em evidência, uma cor, um objeto.

Utilizá-los com sabedoria, isto é, respeitando o perfil do cliente e o conceito do projeto, é um excelente caminho para conseguir melhores oportunidades no ramo.

Outro ponto importante é manter-se sempre atualizado em relação às novas técnicas construtivas e softwares de arquitetura, especialmente aqueles que tratam da elaboração de maquetes eletrônicas e compatibilização de projetos.

Estes programas ofertam grandes diferenciais para o profissional.

O primeiro, pois diminui os erros cometidos durante a execução do projeto, o que diminui os custos relativos ao mesmo.

O segundo por oferecer um produto visual de qualidade para análise do cliente.

Em um mundo cada vez mais digital, é necessário também conectar o trabalho com a internet e, dessa forma, prospectar clientes. Para tal, é necessário estudar — ou terceirizar — estratégias de marketing digital para a sua empresa ou para a seu perfil profissional. Redes sociais, como Facebook, Blog, Twitter e Instagram podem e devem ser utilizadas para essa finalidade.

Quer ver as melhores vagas de emprego para Arquiteto Então conheça nossa Plataforma de Conexão e encontre vagas de emprego com o seu perfil em sua cidade.

Conclusão

Apesar de o mercado de não estar aquecido como há 6 anos, o mercado da construção civil é muito resiliente, e profissionais de arquitetura oferecem uma gama de áreas de atuação para empresas ou clientes.

É necessário, portanto, potencializar essa diversificação em seu favor, alimentando e criando oportunidades em ramos que não são, necessariamente, exclusividade do profissional arquiteto, como a decoração.

Assim como o design de interiores e elaboração de móveis planejados, a decoração é um campo bastante lucrativo para o profissional de arquitetura na atualidade. Apesar desse campo de atuação ser bastante parecido com o design de interiores, ele apresenta diferenças básicas.

De forma geral, a decoração de interiores trata da escolha das cores, formas, objetos, sem, necessariamente, modificar a estrutura do imóvel. É importante, sempre que possível, buscar por novos títulos, seja ele um MBA, Especialização, Mestrado Acadêmico ou profissional. Isso se deve ao fato das empresas e clientes reconhecerem o valor de um profissional, em um primeiro momento, principalmente por conta de seus títulos.

Experiência também é importante, mas isso vem com o tempo e com a aplicação de estratégias de marketing e melhora do relacionamento interpessoal.

O mercado de trabalho para arquiteto em 2019, portanto, requer maior esforço do arquiteto em busca de novas oportunidades, mas, seguindo as alternativas elencadas ao longo de todo o texto, é possível ter um bom rendimento e efetuar um trabalho satisfatório, gerando bom resultando tanto para o cliente quanto para o profissional.

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.