Como está o mercado para engenheiro civil no Brasil

By | janeiro 14, 2019

A Engenharia Civil é uma das profissões mais tradicionais e requisitadas no mercado.

Prova disso é que o número de ingressantes nos cursos de Engenharia Civil é o maior entre todas as carreiras de Engenharia, conforme registros do CREA/ CONFEA.

Nas últimas décadas, o mercado da Engenharia Civil passou por uma verdadeira explosão em postos de trabalho, com os crescentes investimentos e programas governamentais como o PAC, Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016, dentre outros.

Porém, de 2016 em diante, a retração da economia e a paralisação de grandes obras governamentais causaram uma enorme queda no mercado da Engenharia. E como a Engenharia Civil possui maior número de profissionais dentre o número de engenheiros ativos no Brasil, essa foi também a área que mais sentiu a queda.

A queda na demanda por engenheiros civis

As obras públicas federais constituíam uma representativa parcela das ofertas de emprego para engenheiros civis no país.

Além da crise econômica, os recentes escândalos de corrupção no Brasil são responsáveis pelo aumento no número de obras completamente paralisadas, além do impedimento das maiores empresas do ramo de atuar junto ao setor público, o que resultou na demissão em massa de mais de um milhão de profissionais da construção civil, muitos deles, engenheiros civis.

De Janeiro de 2015 a Janeiro de 2017, o número de demissões superou em 48.000 o número de admissões de engenheiros de todas as áreas no país.

A estimativa recente, segundo dados do FNE, é de que mais de 5 mil obras estivessem paradas em Janeiro de 2017.

A retomada de algumas poucas obras foi iniciada pelo governo, o que infelizmente não significa, ainda, um total reaquecimento do setor. Já no final de 2016, a Emenda Constitucional 95, limitou os gastos públicos, o que agrava ainda mais a incerteza de retomada das obras.

Os números atuais da Engenharia Civil

Apesar do cenário de oscilações, a Engenharia civil continua sendo uma das áreas de Engenharia mais promissoras no futuro. No ano de 2018, o Índice de Confiança da Construção (ICST) vem alcançando progressivas altas e a previsão do setor para 2019 é de crescimento. Em novembro de 2018 o Índice subiu 2,9 pontos e atingiu a segunda maior marca, desde Janeiro de 2015.

Leia a análise da Coordenadora de Projetos da Construção da FGV IBRE, Ana Maria Castelo:

“Nos três últimos meses, as expectativas de recuperação da demanda e de melhoria dos negócios no curto prazo aumentaram a confiança dos empresários do setor, um movimento que foi impulsionado com o desfecho das eleições. Paralelamente, o indicador de atividade mostra uma retomada ainda muito lenta, mas que já começa a repercutir sobre o emprego. Enfim, a atividade setorial ainda está muito aquém de sua média histórica, mas a direção é de retomada”.

O aumento do Índice de Confiança evidencia que nem só de obras públicas vive a construção civil.

Muito pelo contrário, a geração de novos postos de trabalho para engenheiros civis tem se dado, principalmente na iniciativa privada, em áreas como edificações, saneamento,  pavimentação e incorporação imobiliária, que volta a ter destaque após o período de incertezas políticas que se evidenciou em 2018.

As cidades com mais vagas para engenheiros civis

A mobilidade é uma característica desejável para o engenheiro civil que quer se recolocar no mercado de trabalho.

Muitas vezes a sua tão sonhada vaga está a alguns quilômetros de distância e você  engenheiro precisará, literalmente, ir atrás dela.

Veja as cidades que mais empregam engenheiros civis, conforme dados pesquisados em Dezembro/18:

  • São Paulo, SP
  • Rio de Janeiro, RJ
  • Belo Horizonte, MG
  • Porto Alegre, RS
  • Curitiba, PR

Além da localização geográfica, antes de arrumar as malas, leia este artigo e saiba quais as empresas que mais empregam engenheiros civis no Brasil.

Algumas empresas inclusive, arcam com os custos de mudança e outras vantagens para funcionários qualificados que estejam dispostos a mudar de cidade ou de estado.

Pesquise aqui as vagas disponíveis em nossa plataforma para Engenheiro Civil.

Postos de trabalho para engenheiros civis

Há pouco mais de uma década, os meios de comunicação anunciavam uma carência enorme de engenheiros civis e as vagas em universidades não eram suficientes para atender a demanda do mercado. Hoje, os profissionais encontram duas dificuldades:

Muitos ingressaram na faculdade por causa da crescente oferta de emprego e bons salários, sem terem de fato uma identificação com o curso e com a carreira. Muitos destes não têm nenhuma afinidade com as áreas de trabalho.

Outros, mesmo se encontrando no curso de engenharia civil e concluindo sua formação, não encontram vagas para trabalhar devido à desaceleração do setor.

Em ambos os casos, a engenharia civil ainda se mostra como uma excelente escolha, pois os profissionais podem trabalhar em muitas frentes, como indústrias das mais diversas, escritórios, bancos públicos e privados e também na administração e empresas públicas, como fiscais de obras e coordenadores de projetos.

Há também a possibilidade de prestar consultorias de forma autônoma e ainda de trabalhar como professores de ensino médio técnico e superior.

Apesar das oscilações dos últimos anos, a Engenharia Civil continua sendo uma das melhores opções de carreira e o engenheiro civil deve sempre buscar se especializar para estar atualizado quando sua vaga surgir.

Conclusão:

A Engenharia Civil foi uma das carreiras que mais sofreu com as recentes crises econômica, política e até mesmo moral que assolaram o Brasil.

A queda em número de vagas, o crescente aumento de demissões e baixos índices de Confiança no setor, fizeram com  que houvesse um acentuado desaquecimento na carreira.

No entanto, a Engenharia Civil ainda é a Engenharia com maior número de ingressantes e a expectativa para 2019 é a retomada do crescimento.

Quer saber quais empresas estão contratando Engenheiros no momento? Então conheça nossa Plataforma de Conexão e encontre vagas de emprego com o seu perfil em sua cidade. Veja as vagas em destaque, Clique Aqui.

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.