Como está o mercado para engenheiros químicos?

By | abril 1, 2019

No campo de Produção e Desenvolvimento, o engenheiro químico está envolvido em diversos setores da indústria, como farmacêutico, aeronáutico, automotivo, energia, petróleo, agroalimentar, cosméticos, entre outros.

Desta forma, o engenheiro químico cria produtos e os “experimenta”. Ele participa ativamente das fases de produção, controle de qualidade e marketing.

Missões

  • Pesquisar o desenvolvimento de moléculas e ingredientes ativos ou um produto químico.
  • Projetar um produto inovador levando em conta o fator custo e testá-lo.
  • Verificar se o produto criado está em conformidade com as especificações e não vai contra os diferentes regulamentos e normas.
  • Desenvolver relatórios sobre os resultados de suas análises.

Habilidades

  • Forte conhecimento em biologia, física e química.
  • Conhecimento das técnicas e processos utilizados no setor a que ele se reporta.
  • Conhecimento dos regulamentos que regem sua área de intervenção.
  • Proficiência em inglês técnico.
  • Rigor e perseverança.
  • Adaptabilidade e vontade de trabalhar em equipe.

Formação

O diploma de bacharel em engenharia química familiariza o aluno com os equipamentos, técnicas e processos utilizados na indústria química e para-química.

Ao final do curso, o aluno terá adquirido noções básicas nas ciências químicas e conhecerá os fenômenos relacionados às operações essenciais deste campo de atuação.

Além disso, o aluno irá integrar os aspectos físicos e químicos das atividades industriais relacionadas à engenharia química com respeito ao meio ambiente.

Mercado de trabalho no Brasil

Nos últimos anos, o número de engenheiros químicos aumentou ligeiramente. Esse crescimento corresponde razoavelmente bem às tendências de emprego nas indústrias em que trabalham.

Dado o crescimento esperado nestas indústrias, espera-se que o número de engenheiros químicos continue a aumentar ligeiramente nos próximos anos.

As vagas de emprego na engenharia química virão principalmente de vagas que serão desocupadas por engenheiros que se aposentarão. A situação do mercado de trabalho dos graduados em engenharia química é geralmente excelente, de acordo com dados da pesquisa de governo atual.

Além disso, os trabalhos retidos por estes graduados são de alta qualidade. Desta forma, a grande maioria é permanente, em tempo integral, relacionado com o campo de estudo e oferecendo salários mais altos do que a média dos graduados.

No entanto, esta situação deteriorou-se em 2013, provavelmente devido ao forte aumento do número de diplomados, bem como, devido a crise que iniciou no Brasil.

Desta forma, com a retomada do crescimento econômico, iniciada no ano passado, haverá, consequentemente, maiores oportunidades para os graduados dentro deste mercado de trabalho que está novamente em expansão.

Do que depende os fatores de emprego para engenheiros químicos?

Os engenheiros químicos trabalham principalmente na concepção e avaliação de processos industriais, controle de qualidade, desenvolvimento de regras de saúde e segurança e proteção do meio ambiente.

Como resultado, a evolução do emprego nesta ocupação depende principalmente do desempenho das indústrias em que trabalham, especialmente a fabricação de produtos químicos.

As perspectivas para os próximos anos.

Em primeiro lugar, o forte declínio nos investimentos neste setor, que ocorreram nos últimos anos ainda irão impactar no mercado, mesmo com a retomada do crescimento.

Além disso, há outro fator com forte relevância para este mercado. Desta forma, o recente declínio no preço do petróleo e o declínio no valor do dólar que se seguiu, dão esperança de crescimento para a indústria química.

Como resultado, espera-se que o número de empregos na indústria de fabricação de produtos químicos continue ou aumente, mesmo que ligeiramente, nos próximos anos. Desta forma, segundo o governo federal, a profissão de engenheiro químico será muito favorável para os recém-formados nos próximos anos.

Petrobrás

Grande parte dos estudantes que decidem ingressar nos cursos de engenharia química estão com um alvo cravado ou pelo menos sonham em poder trabalhar na Petrobrás.

De fato, a empresa necessita de muitos profissionais da área química para as inúmeras etapas que o petróleo passa até chegar aos seus produtos.

Mas, a concorrência é bastante grande par se trabalhar nessa estatal. Além disso, as seleções são praticamente secretas e a maioria das pessoas, quando sabem que a empresa está com vagas de emprego para engenheiro químico, já é tarde demais.

Por isso, o ideal é ficar atento ao próprio site da Petrobrás, para saber quando saem os editais de contratação.

Os principais setores de intervenção de um engenheiro químico

Como especialista em química, o engenheiro químico é um profissional com as habilidades necessárias para intervir em diferentes áreas.

Estes incluem petroquímica, agronegócio, indústria farmacêutica e de cosméticos, indústria de processamento e, claro, química.

Nestes diferentes setores de atividade, ele é responsável pelo design de vários produtos essenciais, como plásticos, medicamentos, cosméticos, manutenção e muitos outros.

Além de projetar, esse especialista em produtos químicos cria moléculas, fabrica produtos, os analisa e divulga.

Outras áreas em que um engenheiro químico pode trabalhar

Além dos setores de escolha listados acima, há muitas oportunidades para um engenheiro químico.

Tal especialista tem o conhecimento necessário para intervir em vários outros campos, como, por exemplo, integração computadorizada, controle, segurança e higiene, meio ambiente, manutenção, regulação, instrumentação, automação e muito mais.

Deve-se enfatizar que essa lista não é exaustiva. Assim, o engenheiro químico é capaz de evoluir em muitos outros setores, como seguros, construção, aeronáutica, automotivo, energia, mineração, pesquisa, educação, fundição, metalurgia, ferro e aço, entre outros.

Desta forma, o engenheiro químico pode garantir um acompanhamento regulatório ou tecnológico, nessas áreas mencionadas acima.

Conclusão

O mercado para a área de engenharia química deu um susto no início da década ao mostrar que parecia estar saturado.

Entretanto, por outro lado, o mercado mostrou que está em constante evolução, bem como a própria área de engenharia química. Além disso, sabemos que grande parte dos formados na área estão sim, atuando dentro do mercado.

Assim sendo, ao contrário do que muitos pensam a profissão de engenheiro químico é bastante ampla e oferece oportunidade de trabalho em muitas áreas distintas como vimos anteriormente.

Por fim, vale destacar que dentro da engenharia química, também é possível gerar bastante empregos no ramo petroquímico e petrolífero, onde o Brasil possui um grande destaque através da Petrobrás.

Quer ver as melhores vagas de emprego para Engenheiro Químico Então conheça nossa Plataforma de Conexão e encontre vagas de emprego com o seu perfil em sua cidade.

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.