Conheça quais são os tipos de Para-Raios no mercado

By | junho 15, 2018

para-raio

Você com certeza já ouviu falar sobre o para-raios, não é verdade? Mas você sabe qual é a sua função e os diferentes tipos que existem no mercado? Neste artigo vamos explicar sobre esses assuntos e esclarecer as suas dúvidas.

Um para-raios é uma haste de metal pontiaguda responsável por proteger edifícios, o que ele faz é proporcionar um caminho para as descargas elétricas por meio das suas pontas e assim direciona-as para o solo por meio de cabos condutores de baixa resistência elétrica, sem danificar as residências.

Vale ressaltar que não evita a queima de televisores, computadores, geladeiras e outros equipamentos eletrônicos. Porém, você pode encontrar uma solução para isso com os DPS (Dispositivos Protetores de Surtos), instalados nos quadros de distribuição ou em cada tomada da casa, com a função de desviar os surtos das descargas elétricas.

Normalmente os para-raios são feitos de alumínio ou cobre, encontram-se nos topos dos prédios e de antenas de transmissões para televisão e rádio. Além disso, são normatizados pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) de acordo com a NBR-5419-2005 e leva o nome de SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas), dividido em externo e interno.

É importante pesquisar bastante e contratar pessoas qualificadas para esses projetos de SPDA para evitar possíveis problemas durante a instalação e funcionamento.

De acordo com o INEP, o Brasil é o país que mais possui incidência de descargas elétricas em todo o mundo, principalmente no Amazonas, Mato Grosso e São Paulo, então é importante saber quais são os modelos mais adequados para você comprar.

O para-raios de Franklin, o para-raios de Melsen e o para-raio Radioativo são os principais tipos encontrados em lojas de materiais.

O primeiro é o mais utilizado e funciona como explicado no começo do texto, ele possui uma haste metálica com captadores e um cabo de condução que vai até o solo, fazendo com que a descarga seja dissipada por meio do aterramento. Há 90% de eficácia nesse caso.

Já o para-raios de Melsen é semelhante ao de Franklin, porém é composto por uma gaiola de Faraday (envolvido por uma armadura metálica) que envolve malhas de fios e cabos de descida.

E por fim, o Para-raios Radioativo é o mais diferente dos outros modelos por não ter hastes pontiagudas e sim um formato de disco, além disso é fabricado normalmente com radioisótopo Américo-241.

Avatar

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.

Avatar
Author: Seleção Engenharia

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.