O que você precisa saber sobre Engenharia de Produção

By | abril 28, 2016

Engenheiros de producao elaborando projetos

A Engenharia de produção é o ramo da engenharia que se dedica à concepção, melhoria e implementação de sistemas que envolvem pessoas, materiais, informações, equipamentos, energia e maiores conhecimentos e habilidades, para que utilizando-se desse conhecimento especializado em matemática (Métodos Quantitativos), física (Métodos Quantitativos) e ciências sociais (Estrutura social da Organização), em conjunto com análise e projetos/atividades de engenharia e Programas de Desenvolvimento de forma geral, que ela possa especificar dentro de variáveis e constantes verificáveis dentro de uma economia organizada, além de prever e avaliar os resultados obtidos por tais sistemas, controlados por computadores.

De modo geral, a engenharia de produção, ao enfatizar as dimensões do sistema produtivo nas mais diversas organizações, ocupa-se das atividades de projetar processos produtivos, viabilizar Estratégias produtivas, planejar a produção, produzir e distribuir produtos que a sociedade valoriza. Essas atividades, tratadas em profundidade e de forma integrada por esta Engenharia, são de grande importância para a elevação da competitividade das Empresas e, por conseguinte, do País.

Mercado de Trabalho:

A formação de um engenheiro de produção habilita o desempenho de certas funções que administradores de empresa exercem em uma organização (desde que não interfira nas atividades privativas dos administradores, visto que a profissão de administrador no Brasil é regulamentada pela lei federal - 4769/65).

Engenheiros de producao analisando projeto de engenhariaQuanto a retração do mercado de engenharia no Brasil, o mercado de Engenharia de Produção, mesmo tendo pouco tempo, é o que desfruta da melhor situação. Engenheiros de Produção vêm conseguindo boas colocações no mercado principalmente em função do seu perfil que coincide com o que se está demandando nos dias de hoje: um profissional com uma sólida formação científica e com visão generalista suficiente para encarar os problemas de maneira global.

Em 1970, o mercado de trabalho do Engenheiro de Produção, no Brasil, começou a se tornar bastante abrangente envolvendo todos os setores da economia, desde o primário (relativo às atividades de extrativismo, pecuária, agricultura, etc.), passando pelo secundário (toda a indústria de transformação) até o terciário (setor de serviços).

Perfil Profissional do Engenheiro de produção:

Os aspectos relacionados à gestão dos sistemas produtivos vieram a ser a base tecnológica própria da Engenharia de Produção. Com as recentes mudanças estruturais e organizacionais desses sistemas de produção e a evolução dos cursos de Engenharia de Produção, os profissionais egressos desta modalidade têm se mostrado também, hábeis empreendedores e capazes de atuar nas mais diversas organizações da sociedade.

O perfil do Engenheiro de Produção pressupõe espírito crítico, Quantitativo, Estratégico, criatividade e consciência em relação à sua atuação técnica, política, econômica profissional e social. Pois bem, ele vem se mostrando um profissional versátil, considerando a interdependência entre os vários segmentos empresariais, levando em consideração o desenvolvimento de novas máquinas, novos processos de produção e sua manutenção, agindo no sentido de planejar, orientar, supervisionar, inspecionar e controlar a produção de bens e serviços, elaborar, executar e acompanhar projetos buscando a otimização dos sistemas produtivos. Outro aspecto observado neste profissional é a capacidade de adaptação rápida em diferentes funções, praticadas em ambientes altamente competitivos.

Áreas de atuação em destaque:

  • Área de Pesquisa operacional do processo produtivo e logísticos (simulação, otimização e programação);
  • Área de gestão agro-industrial, gestão da manutenção, automação industrial, etc.;
  • Área de planejamento, abrangendo os setores estratégico, produtivo, financeiro, etc.;
  • Área de operações, envolvendo a distribuição dos produtos, controle dos suprimentos, etc.;
  • Área de logística, incluindo o uso e desenvolvimento de sistemas de roteamento, gestão e controle de frotas, etc.  /  
fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Engenharia_de_producao

Principais faculdades de Engenharia de Produção:

  • MG – Belo Horizonte | Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • MG – Itajubá | Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
  • MG – Juiz de Fora | Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • MG – Viçosa | Universidade Federal de Viçosa (UFV)
  • RJ – Rio de Janeiro | PUC-Rio
  • RJ – Rio de Janeiro | Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • RS – Porto Alegre | Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • RS – Porto Alegre | PUCRS
  • RS – São Leopoldo | Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)
  • SC – Florianópolis | Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • SP – Guaratinguetá | Universidade Estadual Paulista (Unesp)
  • SP – São Carlos | Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
  • SP – São Paulo | Universidade de São Paulo (USP)
  • SP – Sorocaba | Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) 

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.