Engenharia ou Arquitetura? Qual carreira seguir?

By | maio 31, 2016

E então, está na dúvida sobre cursar Engenharia ou Arquitetura. Publicamos este post para ajudar você que ainda não se decidiu. Procure avaliar inicialmente o que a levou a tais opções: história de vida, interesses quanto ao desenvolvimento de habilidades que já detém ou deseja, expectativas de realização de valores pessoais como status, remuneração, colaboração social da profissão. Identifique também as diferenças ou possibilidades de exercício profissional específicas.

projeto-arquitetonico-da antiguidade

Sobre a Arquitetura:

Arquiteto é o profissional que projeta e idealiza os espaços para os mais diversos usos humanos. Pode ser um prédio, uma praça, uma casa ou mesmo uma área verde. Ele quem planeja as construções, organiza os espaços e encontra soluções atender às necessidades de quem utilizará aquela construção.

O curso de Arquitetura envolve conhecimentos ligados tanto à Engenharia Civil (cálculo estrutural, dimensionamento de forças, análise da composição de terrenos para a sustentação da construção) quanto da área de Humanas, como história da arte, perspectivas antropológicas sobre a moradia (como os seres humanos pensam nas diversas culturas a questão da habitação), passando pela análise da ocupação das cidades (paisagismo, urbanismo, áreas residenciais e comerciais, entre outras questões).

Há também arquitetos que se especializam em comunicação visual, desde a definição de padrões de comunicação de empresas até o design de móveis ou objetos de uso doméstico.

Sobre a Engenharia Civil:

Classicamente, quando se trata de construção civil, contrata-se um arquiteto para a elaboração da planta, da distribuição dos espaços internos da casa e da fachada. Cabe ao engenheiro civil responsabilizar-se pelo cálculo e dimensionamento das colunas, vigas, da distribuição de cargas e determinação das ferragens e dos materiais envolvidos na obra e do acompanhamento da construção.

imagem-ilustrativa-projeto-engenharia-civil

Um engenheiro civil normalmente faz o seguinte:

  • Analisa relatórios, mapas e outros dados de projetos.
  • Considera os custos de construção, regulamentos, potenciais riscos ambientais e outros fatores em etapas de planeamento.
  • Testa os solos para determinar a sua capacidade de resistência para suportar com as estruturas.
  • Testa diversos materiais tais como asfalto, cimento ou aço.
  • Faz estimativas de custos e orçamentos para realização de uma obra completa. Estes orçamentos normalmente incluem, estimativas de materiais, equipamentos, mão de obra, entre outros, a fim de determinar a viabilidade econômica de um projeto.
  • Utiliza software de engenharia civil para conceber elementos de projeto para sistemas de transporte, sistemas hidráulicos e estruturas de concreto armado, estruturas metálicas e estruturas mistas. De acordo com a regulamentação de cada país.
  • Supervisiona ou participa em inspeções de forma a estabelecer pontos de referência e orientar a construção.

Busque informações sobre a grade curricular do curso.

Consulte as grades curriculares de Arquitetura e de Engenharia Civil e você verificará as semelhanças e diferenças. Considere também que inovar e encontrar novas perspectivas também decorre do aprendizado que desenvolvemos durante a vida, ou seja, isto não é um "dom natural", com o qual nascemos. O curso de graduação em Arquitetura pode ajudá-la nesse sentido.

Saiba, porém, que boa parte dos vestibulares para faculdade de Engenharia e Arquitetura tem provas de habilidades específicas, ligadas à percepção visual, desenho técnico e artístico como critério de seleção. Verifique as provas anteriores das faculdades que você eventualmente tenha interesse. Saiba também que há cursos preparatórios para o vestibular que oferecem aulas especiais para tais provas específicas.

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.