Como responder as perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego para Engenheiro

By | março 3, 2016

entrevista de emprego
É comum as pessoas pensarem que ter um bom currículo, recomendações impecáveis e apresentação pessoal adequada é o suficiente para se dar bem em uma entrevista de emprego, mas não é bem assim. Além da postura que o candidato precisa demonstrar, como não se atrasar e não faltar com educação, o mesmo deve se preparar para a entrevista. Mas como se preparar para uma entrevista em que você não sabe quais serão as perguntas?

De acordo com Madalena Feliciano, diretora de projetos da empresa Outliers Careers, é preciso estudar a empresa e se conhecer bem. “Além do jogo de cintura, o candidato geralmente deve apresentar confiança e manter uma postura adequada ao momento. Estudar a empresa e seus valores podem te dar pontos se você mostrar ao recrutador que conhece a organização onde você quer trabalhar”, conta.

Dessa forma, Madalena listou as três perguntas frequentes em entrevistas e que vale a pena planejar as respostas:

1 – Fale sobre você ou quais são suas qualidades e defeitos/pontos fortes ou fracos

Estas são perguntas quase obrigatórias em uma entrevista de emprego e deverá ser muito bem praticada para uma resposta sucinta, direta e, acima de tudo, que valorize o seu perfil profissional. É uma maneira do entrevistador saber mais sobre você, além do que está no currículo. Você pode falar algumas qualidades e citar situações que apareceram e acabaram ajudando a resolver determinada situação. Dê preferência aos pontos fortes que possam ajudar na função que você vai ter, caso seja contratado. Porém, é importante saber fazer seu marketing pessoal sem se vangloriar muito, ou seja, sem parecer arrogante. Evite usar palavras clichê: proativo, persistente, etc.

Já em relação aos pontos fracos, seja sincero. Se você mentir, isso pode ser um tiro no seu próprio pé. O aconselhável é falar um defeito seu, mas que isso está sendo trabalhado ao longo do tempo e que esse ponto fraco está sendo trabalho de alguma maneira para que você melhore cada vez mais.

Se o entrevistador quiser saber um pouco da sua vida pessoal, não exagere muito nisso – fale apenas o básico porque ele não está interessado em saber dos seus problemas ou da sua vida inteira. Informações simples como se você namora ou bebe socialmente pode ser o suficiente.

2 – Quais são seus objetivos a curto ou longo prazo?

O autoconhecimento é essencial em uma entrevista de emprego. Isso porque, em muitos casos, as perguntas mais difíceis são aquelas que exigem respostas sobre você mesmo. Então além de saber como você é (suas qualidades e defeitos), também tenha metas e planos para o futuro. Após falar o que você deseja, pergunte algo sobre a empresa. Além de mostrar interesse e curiosidade sobre o lugar, você pode avaliar o quanto trabalhar ali pode ser importante na sua carreira. Respostas como "ganhar bem" ou "aposentar-se" são totalmente proibidas.

3 – Por que devemos escolher você?

Essa é uma pergunta ótima para o candidato, onde ele ganha um espaço para fazer seu marketing pessoal bem feito. A resposta pode ser dada de várias formas, mas falar que você pode ser importante para a empresa e justificar isso é uma das melhores saídas possíveis. Desse modo, o candidato pode mostrar seus valores, mostrar como trabalha, seu comportamento no ambiente de trabalho e mostrar que pode fazer a diferença naquela empresa.

Além dessas perguntas, outra questão que pode ser levantada pelo entrevistador é algo que tenha em seu currículo. “Ele pode perguntar sobre alguma experiência que você já passou ou até mesmo testar alguma informação, como o seu nível no inglês. Por isso é fundamental não mentir no seu currículo, para que na hora da entrevista o candidato possa comprovar tudo que está ali e não se passe por um mentiroso, pois ninguém vai contratar alguém desonesto”, conclui Madalena.

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.