Qual o salário de um engenheiro de segurança?

By | julho 20, 2020

Antes de falarmos sobre o salário engenheiro de segurança, você sabe o que realmente faz esse profissional? Ele é responsável por identificar, realiza estudos e análises para propor soluções de neutralização dos riscos que são encontrados no ambiente corporativo.

Além disso, esse profissional, quando devidamente habilitado, atua em conjunto com o médico do trabalho para realizar laudos de insalubridade, periculosidade, acidente de trabalho e lauto técnico sobre as condições do ambiente empresarial. Esses documentos só possuem validade quando assinados por um engenheiro de segurança.

Nesse post vamos falar sobre o salário engenheiro de segurança. Continue acompanhando e veja também como está o mercado para esse profissional. 

Quanto ganha um engenheiro de segurança?

De acordo com o portal Salário, o engenheiro de segurança do trabalho tem uma média salarial de R$7.565,85 no Brasil. Essa é a base para uma carga horária de trabalho de 39 horas semanais. 

Porém, segundo as convenções coletivas e dissídios do setor, o salário engenheiro de segurança fica entre R$6.905,27. Ou seja, essa média será de acordo com a empresa em que o profissional trabalhar, podendo ganhar até mais. Há profissionais que têm um teto salarial em regime CLT de R$14.989,89.

O salário do profissional de engenharia de segurança de acordo com o porte e nível do profissional são:

Pequena

    • Trainee: R$4.027,38;
    • Júnior: 5.034,22;
    • Pleno: R$6.292,78;
    • Sênior: R$7.865,98;
    • Máster: R$9.832,48.

Médio

    • Trainee: R$5.235,59;
    • Júnior: R$6.544,49;
    • Pleno: R$8.180,61;
    • Sênior: R$10.225,76;
    • Máster: R$12.782,20.

Grande 

    • Trainee: R$6.806,26;
    • Júnior: R$8.507,83;
    • Pleno: R$10.634,79;
    • Sênior: R$13.293,49;
    • Máster: R$16.616,86.

O perfil mais procurado no mercado de trabalho é de profissional do sexo masculino, formação superior de Engenharia de Segurança do Trabalho, na faixa de 35 a 40 anos e que atue na segmentação de construção de edifícios para auxiliar na segurança dos colaboradores. A jornada de trabalho é de 44 horas semanais. 

Como está o mercado de engenharia de segurança do trabalho?

O mercado está aquecido para o profissional de engenharia de segurança do trabalho. O engenheiro desse segmento tem sido um dos mais requisitados dos últimos anos, isso de acordo com os dados do portal Exame. 

O engenheiro de segurança possui uma formação para atuar em diversas áreas. Ele está presenta na indústria, logística, agroindústria e outros. Para atuar e assinar em documentos, ressaltamos a importância na formação superior. 

A empresa que presa por ter um profissional de engenharia da segurança está preocupado com a proteção de seus colaboradores, proporcionando a eles um ambiente mais seguro. Sendo assim, esse profissional cuidará para que os trabalhadores exerçam suas funções em um ambiente melhor e mais protegido.

Um bom ambiente profissional ajuda a reduzir:

    • Absenteísmo;
    • Presenteísmo;
    • Rotatividade;
    • Conflitos inerentes;
    • Divisão de trabalho.

Além disso, o local preparado com segurança tem a capacidade de promover:

    • O trabalhador;
    • A empresa;
    • E toda a sociedade inserida.

Como você viu, a profissão de engenheiro de segurança do trabalho é bastante requisitada e o mercado está bem aquecido. Além disso, o salário engenheiro de segurança é um dos mais altos do Brasil.

Pesquise aqui as vagas disponíveis em nossa plataforma para Engenheiro de segurança.

Gostou do post? Deixe seu comentário.

Avatar

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.

Avatar
Author: Seleção Engenharia

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *