Softwares nas fábricas: entenda a importância para a gestão

By | novembro 12, 2020

Muitos empreendedores negligenciam a importância de softwares nas fábricas que comandam. O problema dessa ação é, claro, uma perda significativa de produtividade, o que faz com que muitas indústrias tenham de fechar as portas por não conseguir produzir no mesmo ritmo ou nível que seus competidores ou, no pior dos casos, com as empresas de outros países. Essa é uma das razões para o Brasil ter a terceira maior desindustrialização entre os 30 principais países do mundo.

É claro que simplesmente usar softwares para fábricas não faria com que o Brasil, de repente, se reindustrializasse e alcançasse uma produtividade sem igual. A questão é mais sistêmica, claro. No entanto, negligenciar as ferramentas que ajudam a montar um ritmo de trabalho maior e mais potente é, justamente, um sintoma de um país que negligencia as suas indústrias e fábricas.

Se você quer entender melhor a importância de softwares nas fábricas e saber como usá-los para melhorar seu desempenho, siga a leitura do artigo abaixo!

Qual a importância de softwares nas fábricas?

Melhor produção

Um dos desafios das indústrias atuais é o de conseguir colocar a demanda pelos seus produtos no mercado. Isso acontece especialmente quando a capacidade de criar desejo da empresa é maior do que a de produzir os produtos que satisfazem essa demanda.

Por exemplo, veja o caso do lançamento do novo PS5 e da nova família de consoles da Xbox. Muitos jogadores estão com dificuldade de comprar um novo console das empresas porque a capacidade de demanda superou, em muito, a capacidade produtiva de suas fábricas. Ou seja: assim que sai um lote da fábrica para o mercado, esse lote é vendido em poucas horas e os produtos voltam a se esgotar.

Atualmente no mercado existem softwares que ajudam a empresa a controlar melhor a sua produção, sendo capaz de fazer mais com menos insumos, além de calcular com maior precisão a quantidade de material que ela precisará em primeiro lugar.

Esses softwares pegam os dados de produção normal de uma empresa e comparam com a sua demanda para ver como será possível organizar o processo para dar conta de tudo.

Já outros programas analisam a produção da empresa e identificam formas de melhorá-la para aproveitar melhor os insumos e produzir mais com menos recursos.

Melhor controle de qualidade

Outro benefício significativo de usar softwares em fábricas é conquistar um melhor controle de qualidade. Isso acontece em duas etapas.

A primeira é pela padronização da produção, o que eleva a qualidade geral dos produtos feitos. Por exemplo, suponha que a sua empresa contrata uma empresa para desenvolver um software que vai controlar o funcionamento de algumas máquinas dentro da sua produção. Com isso, essas máquinas serão mais precisas e aumentarão a qualidade base dos produtos feitos.

A segunda etapa de melhoria no controle de qualidade está na revisão pós-produção. Os softwares permitem melhor análise dos produtos feitos, conseguem identificar falhas e entender onde corrigir para melhorar a taxa de erros na produção.

Análise de dados para otimizar processos

Uma das principais características do uso de softwares em fábricas é a possibilidade de registrar dados importantes sobre o processo de produção. Os dados registrados dependerão de cada empresa, claro, mas é possível guardar praticamente qualquer informação para análise posterior.

Por exemplo, suponha que a sua linha de produção conta com uma máquina que joga o produto em uma forma, outra que o assa no forno e uma terceira que embala. É possível registrar informações como o controle de temperatura, variação ao assar com base na posição do produto dentro do forno, precisão e pressão da máquina que joga a massa na forma e muito mais.

Com todos esses dados, é possível analisar perfeitamente a situação para encontrar as melhores configurações para otimizar os processos internos da empresa.

Manutenção preditiva nas máquinas

Uma das grandes vantagens de ter softwares nas fábricas é a possibilidade de analisar em tempo real o desgaste das peças das máquinas. Isso é chamado de manutenção preditiva.

Funciona assim: a máquina é capaz de analisar de maneira muito detalhada as máquinas, calculando a sua vida útil constantemente com base em várias informações diferentes. Quando a máquina entende que a peça está prestes a dar problema, ela já avisa os técnicos para que eles possam agir antes que seja tarde. Uma máquina dessas ligada à Internet pode, por exemplo, enviar informações ou pedido de novas peças para o setor de manutenção da empresa ou simplesmente fazer a compra online no site do fornecedor.

Pronto! Agora já deu para entender qual é a importância de softwares nas fábricas, não é mesmo? Com esse conhecimento ao seu lado, será mais fácil enfrentar a pandemia do novo coronavírus, que promete afetar muito mais os países que não têm fábricas e indústrias tradicionais, como é o caso do Brasil. Ao contar com essas ferramentas, será possível investir mais no seu negócio e aumentar a sua produtividade.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião!

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.

Author: Seleção Engenharia

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *