Steel Frame: o sistema construtivo que todo Engenheiro precisa conhecer

By | julho 5, 2017

imagem-steel-frame-01

O mercado de engenharia avança muito rápido no Brasil quando trata-se de novas tecnologias e tendências vindas de fora do país. 

Já é uma realidade sistemas que constroem mais rápido, de forma mais limpa e com sustentabilidade. Essa última característica é cada vez mais necessária também para ajudar todo o Planeta.

Um exemplo de sistema que está entrando no mercado com rapidez é o chamado sistema Light Steel Frame.

Também chamado de construção à seco, o Steel Frame ainda é visto em poucas faculdades pelo país, mesmo que já existam grandes obras de empresas conceituadas utilizando.

O que o engenheiro deve saber sobre o Steel Frame:

Apesar do método de construção Steel Frame ser muito utilizado em países desenvolvidos há muitos anos, nem todas as pessoas conhecem o sistema.

As principais vantagens são:

- Rapidez na construção: a obra pode ser realizada até 60% mais rápido que as construções convencionais

- Limpeza: baixa geração de resíduos. Os produtos são fabricados em medida padrão, tendo ótimo aproveitamento e pouco desperdício na obra.

- Sustentabilidade: o sistema gera baixo índice de CO2 ao meio ambiente. Além disso, muitos produtos utilizados são reciclados e reaproveitados.

- Custo: o custo pode se tornar menor que a alvenaria se o projeto for elaborado desde o início para o Steel Frame, aproveitando assim as medidas padrão dos produtos.

- Manutenção: além de ser baixa a necessidade de manutenção, ela é fácil e rápida. Não é necessário grandes obras para realiza-la, pois as placas podem ser retiradas e recolocadas.

Composição:

A base da obra é feita com um simples radier, pois a leveza do sistema não exige grandes fundações para suportar a construção.

A estrutura do Steel Frame é realizada em aço galvanizado, ou seja, que não oxida ou enferruja com o tempo.

Existem normas e procedimentos que as empresas que comercializam o aço devem seguir para garantir a proteção do produto.

Isso faz com que o sistema pode ser utilizada em qualquer local do país, inclusive em áreas litorâneas em que a incidência da maresia é maior.

O revestimento interno dos forros e paredes é em drywall. Também chamado de gesso acartonado, é um sistema de emplacamento interno leve e limpo de ser instalado.

Os forros e paredes drywall possuem excelente acabamento final e já vem sendo utilizados pelas principais engenharias do país.

O acabamento externo pode ser construído em várias opções. Desde placas cimentícias – que imitam a alvenaria após acabada – até siding vinílico, utilizado em obras mais comerciais.

Por que todo engenheiro deve conhecer o sistema:

O sistema Steel Frame vem principalmente dos Estados Unidos, onde existem diversos produtos que estão sendo importados e fabricados no Brasil para este tipo de obra.

Pelo crescimento que vem tomando nos últimos 5 anos – onde quase não existia o sistema no país – é uma questão inevitável que o conhecimento do sistema seja muito valioso para engenheiros que precisem se destacar no mercado tão concorrido atual.

Pelas vantagens sem o aumento do custo, o Steel Frame está sendo utilizado por grandes construtoras que cada vez mais precisarão de profissionais qualificados e com conhecimento do método construtivo.

Alguns treinamentos já estão sendo dados por empresas especializadas em diversas regiões. Tanto a montagem quanto o projeto são importantes para o engenheiro que queira se especializar. E certamente quem buscar o conhecimento sobre o Steel Frame terá uma boa vantagem no mercado!

Uma Plataforma de Conexão entre Engenheiros e empresas de Engenharia.